Autoconfiança – o caminho se faz ao andar! - Brain

Este site utiliza cookies para a análise de uso. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Canal Brain

O maior portal de conteúdos sobre inteligência de mercado.

Autoconfiança – o caminho se faz ao andar!

07/10/2020, 09:59

Levanta a mão quem tem medo de falar em público! Não é de hoje que pipocam pesquisas no mundo todo apontando que este é um dos maiores medos da humanidade. Mesmo assim, curiosamente, a maioria das pessoas consegue estar à frente de uma pequena plateia e apresentar sua mensagem. Ou seja, apontamos este como sendo nosso maior medo, mas ele não é assim tão assustador a ponto de nos travar na frente das pessoas. É raro vermos alguém realmente travar ou se esconder quando precisa falar algo para um grupo.

O que acontece, então, é que ficamos nervosos, ansiosos, inseguros, mas a esmagadora maioria de nós pode, com dedicação, estudo e um empurrãozinho, fazer boas apresentações e desenvolver sua oratória. O medo de falar em público, que acomete a todos nós, normalmente vem do medo de errar, de não ser aprovado ou de ser julgado. Isso tudo é relativamente fácil de se resolver. Quando há traumas mais profundos envolvidos, obviamente, precisamos de um caminho mais longo.

Costumo dizer que falar em público não é difícil, mas é trabalhoso! Como tudo na vida, aliás. Para aprender a andar, a criança desenvolve um processo, vai se erguendo aos poucos, engatinha, fica em pé, cai, volta a levantar… Primeiramente anda aos tropeços, até que o movimento de andar fica firme e ela passa a fazer isso com segurança. O mesmo acontece quando aprendemos a dirigir um automóvel, a falar um novo idioma, a atuar na profissão que escolhemos. Tudo isso exige esforços até que tenhamos segurança suficiente para agirmos de forma autônoma.

Uma das coisas importantes neste processo, em todos os exemplos acima, inclusive na disposição para falar em público, é o desenvolvimento da autoconfiança. A palavra confiança vem do latim confidere, que significa algo como “com fé”. Confiar, portanto, é acreditar com firmeza. Assim, autoconfiança é acreditar com firmeza em si mesmo.

Pensemos. O que nos faz confiar em alguém?

Você confiaria seu filho pequeno a uma babá que você nunca viu na vida, que não foi recomendada por alguém conhecido, de quem você não tenha qualquer referência a respeito? Acredito que não. Para confiar, precisamos saber que a pessoa está pronta para desempenhar determinada função.

Precisamos confiar em uma pessoa quando contamos um segredo, quando pedimos que cuide nossa casa quando saímos, quando deixamos que dirija nosso carro… Para confiarmos em nós mesmos, é a mesma coisa: precisamos perceber que somos capazes.  Posso ter autoconfiança para cozinhar determinado prato, que já conheço, mas ainda não tenho segurança para fazer um jantar para 200 pessoas! Isso é um processo.

Ninguém desenvolve experiência sem começar a fazer algo. Para termos autoconfiança para falar em público, devemos começar a nos expor. A confiança será crescente! Assim como a criança que levou alguns tombos até aprender a andar, precisamos encarar os erros, a insegurança, o medo, como parte do processo. A criança não desiste de tentar andar porque caiu: ela levanta e tenta de novo!

…………

Esta é a coluna Oratória Descomplicada. Quinzenalmente, traremos aqui reflexões sobre Oratória e Comunicação Pessoal. Acompanhe, comente, critique, compartilhe, pergunte e sugira temas que instigam você! Sua participação será sempre bem-vinda!

Sou Adriane Werner, jornalista e mestre em Administração. Depois de desenvolver uma longa carreira em televisão e magistério, passei a me dedicar a ajudar pessoas e organizações a se conectarem por meio da comunicação. Há mais de 15 anos atuo em cursos e treinamentos em Comunicação Pessoal. Siga-me nas redes sociais, basta procurar pelo meu nome. Quer se comunicar melhor? Fale comigo!

*A opinião do autor não reflete necessariamente a visão da Brain inteligência estratégica

Veja também:

Realidade virtual e 3D para o mercado imobiliário – CONVERSA DE MERCADO com Luiz Renato Roble

Fomos até São Paulo participar do Proptech Summit 2019, promovido pela Smartus e conversamos com Luiz Renato Roble, Diretor de…

Indicadores Imobiliários Joinville – 3º Trimestre 2020- FIQUE POR DENTRO DO MERCADO COM A BRAIN

O sócio-consultor da Brain, Guilherme Werner, fala sobre os dados de mercado, em relação ao terceiro trimestre de 2020, em…

Indicadores Imobiliários Teresina Fechamento 2019 – FIQUE POR DENTRO DO MERCADO com Marcos Kahtalian

O sócio-diretor da Brain, Marcos Kahtalian, fala sobre os indicadores regionais do mercado imobiliário de Teresina no fechamento do ano…