Produtividade humana - Brain

Este site utiliza cookies para a análise de uso. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Canal Brain

O maior portal de conteúdos sobre inteligência de mercado.

Produtividade humana

10/06/2021, 14:24

Por Karina Leyser

A produtividade é um tema recorrente, qualquer que seja o ambiente: empresarial, profissional ou educacional. Mas será que estamos tratando do tema de forma correta? Ou estamos insistindo em nos tratar como robôs, sem respeitar nossos limites humanos, e na falácia que precisamos fazer mais com menos?

Gosto muito da frase de autor desconhecido que diz: “Não adianta fazer bem feito o que não precisa ser feito”. E acho que essa frase contrapõe bem essa cultura da produtividade desumana que estamos tão acostumados a ver em publicações por aí. Mas como alinhamos nossa humanidade com o alcance dos nossos objetivos?

Antes de tudo, conheça-te a ti mesmo. Entenda como você funciona, seu corpo, suas necessidades fisiológicas, assim como a sua disposição flui durante o dia. Entenda também quais atividades te energizam e quais drenam sua energia. Ao se conhecer melhor, fica mais fácil usar o tempo a seu favor.

Depois, entenda quais são os seus objetivos, o que é necessário para alcançá-los e quanto tempo você precisa para isso. Um objetivo pode ser um cargo a conquistar, um projeto a entregar, uma venda a fechar, um negócio a prosperar, uma certificação a concluir. 

Com essas duas informações em mãos, fica muito mais fácil fazer a tão necessária e também negligenciada priorização, que é muito reconhecida, porém pouco aplicada. Isso porque, além do fato da nossa dificuldade muito humana em não conseguir dizer não, muitas vezes não dimensionamos bem nossas atividades.

E como priorizar corretamente então? Precisamos levar em consideração três aspectos de igual relevância:

  • Urgência: esse é o aspecto mais comumente utilizado. Aqui o desafio é estabelecer corretamente o que é urgente ou não. Lembre-se: se tudo é urgente, nada é!
  • Importância: lembra daqueles objetivos e atividades para realizá-los que falamos agora pouco? Agora faz-se necessário entender quais destes são mais relevantes que outros. Confie na sua experiência e avalie.
  • Esforço: se urgência é o aspecto mais lembrado, esforço é algo que não avaliamos com antecedência e acaba sendo a principal razão pela qual não conseguimos acompanhar nossa lista de tarefas. Mensure o esforço para realizar cada atividade e objetivo e encaixe corretamente na sua agenda.

Por fim, falando em agenda e retornando à nossa humanidade, faça a sua melhor combinação entre atividades importantes e espaços de PAUSA! Isso mesmo, nada de usar a sua agenda como Tetris. Além disso não ser sustentável no longo prazo, também não é inteligente porque não considera os imprevistos que todos nós conhecemos e que precisam ser enfrentados.

E aí, o que você vai decidir hoje que vai mudar a forma como você gerencia o tempo que você tem?

Conheça mais no curso da eBrain “Produtividade: Você no Controle do seu Tempo

Veja também:

As vantagens de comprar um terreno.

A grande maioria das pessoas prefere morar numa casa ao invés de apartamento, as vantagens são enormes, acredito que todos têm esse sonho.

Ao brasileiro falta sentimento de pertença e educação

Por Rodrigo Corrêa de Barros Em tempos de recessão mundial, no qual a tecnologia ganha protagonismo, há avanços consideráveis na…

Ano passado eu morri, mas esse ano eu não morro

2020 foi um ano positivo, mas cheio de desafios. O que será que nos aguarda em 2021?