| Um sonho e um desejo concreto

Este site utiliza cookies para a análise de uso. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Canal Brain

O maior portal de conteúdos sobre inteligência de mercado.

Um sonho e um desejo concreto

01/10/2021, 15:09

A compra do imóvel próprio é um sonho, aliás, mais do que uma experiência onírica, conquistar a casa própria é um desejo quase indiscutível, no mundo real, entre os brasileiros. Ter uma casa pra “chamar de minha” significa muitas coisas, entre aspectos subjetivos e concretos, podendo o sentido variar de pessoa para pessoa e a depender de uma série de fatores como, por exemplo, o poder aquisitivo.

Em linhas gerais, o significado normalmente perpassa o aspecto da segurança, da estabilidade, do investimento, do conforto, do pertencimento, do ficar livre do aluguel! Todas essas noções, ao longo do tempo, foram passadas dos avós para os pais e desses para os filhos e assim sucessivamente numa rede praticamente interminável, de geração para geração.

Chave  e chaveiro de casa

Uma recente pesquisa realizada pela Brain Inteligência Estratégica, com 1.200 pessoas de todas as regiões do país, sobre a intenção de compra de imóveis – confira os números na íntegra fazendo download no final deste texto -, mostrou entre outros dados bastante significativos que 39% dos brasileiros querem comprar um imóvel.

Aliás, estamos vivendo um tempo diferente e que está demorando a passar. Sim, precisamos considerar que o contexto da pandemia e a pesquisa também mostrou isso, contribuiu para ressignificar nossa relação com vários aspectos da vida e o imóvel onde moramos está entre eles. Nossa relação com o local onde vivemos se tornou mais intensa. A casa nunca esteve tão presente em nossas vidas, no centro das atenções: é o lugar da segurança, da estabilidade e do conforto, mas é também onde hoje estamos trabalhando e estudando. Para muitos, este novo modelo, ainda que passe por algumas adaptações, veio pra ficar.

Mulher trabalhando na sala de casa

Vamos lá, quando buscamos transformar o sonho em realidade temos alguns insights que nos movem na direção do objeto do desejo. Claro, certamente esses insights mudam ao longo do tempo, prioridades são ajustadas, as vontades, sim, tudo pode mudar! Ao comprar o imóvel do desejo, que pode ser um apartamento, um sobrado ou uma casa térrea, um dos aspectos considerados é que ele esteja bem localizado, numa rua agradável e com acesso fácil às diferentes regiões da cidade. É importante que o local seja aprazível e facilite o ir e vir cotidianamente.

Neste imóvel que escolhi, vou poder viver tranquilo, com segurança e estabilidade porque ninguém poderá me tirá-lo. Meus avós já diziam para meus pais que me diziam até pouco tempo atrás: “o aluguel dorme com a gente, toma café, almoça e janta e depois vai dormir novamente, e tudo de graça, por isso precisamos sair dele”. Este é um aprendizado que muitas famílias brasileiras trazem consigo durante toda sua existência. Todos querem sair do aluguel e quando é a primeira compra, ah, o primeiro a gente nunca esquece. Quantas histórias, afetos e memórias ali serão construídos e se tornarão perenes nas futuras gerações. O lar é um desejo concreto e também afetivo.  

home sweet home

Gostaria que o local do aconchego tivesse uma ampla área de lazer, afinal, hoje em dia estamos vivendo muito mais intensamente o lar; instaurou-se uma nova convivência e experiência entre pais e filhos, irmãos e avós, é a família mais nuclear. Então seria ótimo ter um espaço mais amplo para construir novas experiências e momentos lúdicos em família.

Nesta mesma linha da área de lazer, a varanda não é mais opcional, tornou-se item de série, de desejo, porque afinal de contas a varanda é a extensão, é a ampliação da casa, onde posso começar o dia tomando meu café da manhã e num momento mais informal e descontraído receber os amigos.

Prédios com varanda

Algumas partes do lar, como vemos, tornaram-se local de encontro, de compartilhar experiências. E, a cozinha, talvez seja o cômodo principal dentro do qual todos queremos estar para um bom bate-papo. Enquanto a comida vai sendo preparada, ao redor do fogão, de onde também posso avistar quem está na sala, ali sentado à mesa ou na bancada, afinal tudo ficou aberto, sem paredes, tudo interligado e conectado confluindo para a cozinha aberta.

Bem, o imóvel do desejo tem um pouquinho de tudo isso e de outros itens que cada pessoa assim identificar como sendo necessários ou simplesmente porque gostaria que assim fosse. Pode ser mais de uma vaga na garagem, uma churrasqueira ou uma suíte, não importa, os gostos e necessidades podem variar, mas a intenção de compra do imóvel próprio faz parte do sonho de todas as famílias brasileiras.

Os dados da pesquisa podem ser conferidos na íntegra no arquivo abaixo.   

Veja também:

Dados nacionais do mercado imobiliário – CONVERSA DE MERCADO com Fábio Tadeu Araújo

O sócio-diretor da Brain, Fábio Tadeu Araújo, fala sobre a pesquisa patrocinada pelo SENAI, realizada e apresentada para a CBIC,…

Conversa de Mercado – GRI Group New York com Roelof Opperman

O Conversa de Mercado é uma linha editorial da eBrain que traz bate-papos com personalidades do mercado imobiliário sobre diversos…

Tecnologia, mercado imobiliário e cidades inteligentes – CONVERSA DE MERCADO com Jaqueline Lamente

Nessa Conversa de Mercado, nos encontramos com Jaqueline Lamente, Community Manager no Okara Hub, uma iniciativa com o intuito de…